Saturday, July 08, 2006

 

Março 25, 2000

Fartura de indicações

É uma verdadeira fartura de candidatos ao Oscar. Além dos cinco principais indicados, outros 11 filmes que vão participar da festa de domingo estão em cartaz na cidade. Dois deles são favoritos absolutos em suas categorias: Tudo sobre minha mãe, como melhor filme estrangeiro, e Buena Vista Social Club como melhor documentário. É possível conferir também três filmes que para muita gente deveriam estar entre os principais indicados: O talentoso Ripley, Quero ser John Malkovich e Fim de caso, que estreou nesta sexta (leia a crítica na página 11). Ripley concorre em cinco categorias e, como toda produção de época, tem boas chances de sair com os Oscar de direção de arte e figurino _ o roteiro adaptado, a ótima trilha sonora e a boa performance do ator coadjuvante Jude Law também não podem ser ignorados. Há quem acredite que, embora Quero ser John Malkovich não concorra a melhor filme, seu diretor Spike Jonze possa levar a estatueta. O magistral roteiro de Charlie Kaufman dispensa comentários. E como a categoria de atriz coadjuvante é uma das mais disputadas, Catherine Keener tem alguma chance, embora as favoritas sejam Angelina Jolie (por Garota interrompida, que estréia em abril) e Chlöe Sevigny, de Meninos não choram. Na categoria de melhor ator, a briga vai ser boa entre Kevin Spacey e Denzel Washington, a única indicação de Hurricane. A lenda do cavaleiro sem cabeça, mesmo sem ser o filme mais arrojado de Tim Burton, está no páreo em direção de arte, fotografia e figurino. Neve sobre cedros (fotografia), O pequeno Stuart Little (efeitos visuais) e Música do coração (atriz e canção) são os outros filmes em cartaz que também concorrem. Uma curiosidade: Fernanda Montenegro, que por ter sido indicada como melhor atriz no ano passado também virou eleitora, preferiu não votar e viajou de férias com a certeza de que não interferiu em uma festa que é toda dos americanos

Comments: Post a Comment



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?